PARA UMA VIDA NOVA

02 fevereiro, 2015

recordando, acrescentando

Bem, copiei.colei e esqueci da fonte, apaguei...  :/



As incríveis plantas alimentícias brasileiras que esquecemos de comer
As incríveis plantas alimentícias não-convencionais e super nutritivas existentes no Brasil que esquecemos de comer

Apesar de não notarmos, costumamos comer sempre os mesmos alimentos, o que não é só ruim para nossa saúde (pois sempre ingerimos os mesmos nutrientes), mas também para a agricultura familiar, para o bem-estar animal e para o envenenamento da terra. Mas como isso?

Na realidade, os alimentos que estamos acostumados a comer são alimentos exóticos, que vieram de outros climas e ambientes e que, portanto, não estão adaptados plenamente às condições climáticas e do solo de nosso país. Isso faz com que demandem mais cuidados e muitas vezes agrotóxicos e adubos químicos.

Enquanto isso, muitas plantas nativas do Brasil são ignoradas, mesmo quando estão presente no seu quintal ou na sua rua. Estas plantas são tão bem-adaptadas ao clima que quase não precisam de cuidados, podendo ser plantadas em qualquer quintal ou apartamento. Sem necessidade de manejo, elas ainda aportam nutrientes que são raramente encontrados nos alimentos que costumamos comer, como proteínas, por exemplo.

1. Abóbora do Mato (Melotria pendula): somente os frutos verdes devem ser comidos, em saladas, por exemplo.

[Imagem: 2u8ckua.jpg]

2. Aroeira Pimenteira (Schinus terebinthifolia): os frutos são a conhecida pimenta rosa.

[Imagem: 2gx3902.jpg]

3. Beldroega Pequena (Portulaca oleracea): folhas para sucos, sopas e saladas. É também medicinal.

[Imagem: 5dpan8.jpg]

4. Beldroega Grande (Talinum paniculatum): como a beldroega pequena suas folhas são usadas em saladas, sopas e sucos.

[Imagem: 351sv43.jpg]

5. Bertalha Coração (Anredera cordifolia): suas folhas podem ser refogadas ou usadas em saladas. Seus tubérculos aéreos são usados cozidos como batata.

[Imagem: nvt728.jpg]

6. Capuchinha (Tropeoalum majus): suas flores são usadas em saladas e suas folhas em saladas e sucos verdes.

[Imagem: 20t2o0n.jpg]

7. Caruru (Amaranthus viridis L.): parente da quinua – usam-se as folhas para saladas, refogados, recheios e patês. As sementes são usadas cozidas ou torradas, em recheios ou como cereal.

[Imagem: 11jyv4o.jpg]

8. Dente de Leão (Taraxacum officinale): é uma planta medicinal estimulante, digestiva e depurativa. Suas folhas podem ser comidas em saladas ou batidas em sucos verdes.

[Imagem: 309jvw9.jpg]

9. Hibiscus (Hibuscis sp.): Apesar da origem africana, adaptou-se ao clima do país. De suas flores é feito o chá ou suco muito nutritivo. Suas sementes são ricas em proteínas e dela feita uma farinha que pode ser adicionada ao feijão. Seus frutos também são comestíveis.

[Imagem: 4ihhk9.jpg]

10. Jaracatiá/Mamoeiro do Mato (Jaracatiá spinosa): Seus frutos fazem geleia e são muito apreciados quando maduros.

[Imagem: 2eknbir.jpg]

11. Língua de Vaca/Azedinha (Rumex acetosa): folhas apreciadas na salada. Não devem ser comidas em excesso pela presença de ácido oxálico.

[Imagem: 2upvcye.jpg]

12. Mamãozinho/Jaracatiá (Vasconcella quercifolia): seus frutos maduros são comestíveis e do seu caule é feito o doce ralado de jaracatiá.

[Imagem: 34dilb7.jpg]

13. Ora Pro Nobis (Pereskia aculeata): suas folhas são usadas refogadas, em sucos verdes, patês ou saladas. Suas folhas secas podem ser usadas como orégano ou como farinha. São ricas em ferro, proteínas e cálcio.

Antigamente, era conhecida como “carne dos pobres”, pois era a única fonte de proteínas da população miserável de nosso país. Fácil de cultivar, ela – sendo arbustiva – pode render alimento para o ano todo. Deve-se tomar cuidado ao colher, pois possui espinhos.

[Imagem: xaxn46.jpg]

14. Pepininho do Mato (Melothria cucumis): produz pepinos pequenos que podem ser comidos em saladas e usados para fazer picles.

[Imagem: dvijqx.jpg]

15. Pêssego do Mato (Eugenia myrciantes): fruto.

[Imagem: 30u49cx.jpg]

16. Picão/Carrapicho (Bidens pilosa): mais uma planta cujas folhas podem ser usadas em saladas.

[Imagem: 2yx43n7.jpg]

17. Serralha (Sonchus oleraceus): usam-se as folhas como salada e refogadas. É rica em vitamina A, D e E é similar ao espinafre.

[Imagem: 2hqdwty.jpg]

18. Serralhinha/Flor de Pincel (Emilia fosbergii Nicolson): folhas podem ser usadas em saladas e sucos verdes. Seu chá é útil contra infecções urinárias. Suas flores também são comestíveis e usadas em risotos, saladas, sopas etc.

[Imagem: 2hgd74h.jpg]

19. Taboa (Typha domingensis): os brotos e centro do caule podem ser usados como palmito. Das inflorescências (as "salsichas") tira-se o pólen que pode ser usado como cereal e em massas de pães e bolos - pode-se comê-lo cru. Por fim, a raiz pode ser cozida e tem o mesmo teor de proteína do milho e batata. Não colha taboas por aí, pois ela absorve metais pesados da água. Certifique-se que a água próxima das taboas é potável;.

[Imagem: dp730x.jpg]

20. Taioba (Xanthosoma sagitifolium): planta de sub-bosque, gosta de sombra e se adapta bem a sistemas agroflorestais. Suas folhas podem ser comidas refogadas. Seus tubérculos podem ser usados como mandioca ou inhame. Rica em vitaminas e minerais.

[Imagem: 16jm3c2.jpg]

21. Trançagem/Tanchagem (Plantago major): usam-se as folhas como salada e refogadas. É também usada como planta medicinal, como infusão no caso de ardor no estômago e cataplasma para feridas na pele, acne e picadas de inseto.

[Imagem: 9a69m1.jpg]

22. Urtiga/Cansanção (Urtiga dioica): usam-se as folhas somente refogadas, jamais cruas.

[Imagem: w6p4ig.jpg]

Observação para as MULHERES GRÁVIDAS: consulte o seu médico de confiança antes de introduzir qualquer alimento novo em sua dieta.

Fonte:
Ervas e Especiarias: As incríveis plantas alimentícias não-convencionais e super nutritivas existentes no Brasil que esquecemos de comer (adaptado)

03 junho, 2013

SEMENTES DE ABÓBORA



Quem gosta de pevides de abóbora???
Sementes abóbora versáteis e saudáveis!

Se deitar fora as sementes quando abrir uma abóbora, estará a desperdiçar a parte mais nutritiva. Já para não dizer que, se experimentar as sementes de abóbora tostadas, nunca mais vai querer deita-las fora.. Mas estas sementes não são só boas de gosto, elas também são excelentes para a saúde.

1. São ricas em aminoácido triptofano que no organismo se converte em serotonina, ajudando a garantir uma noite de sono bem tranquila

2. São também ricas em magnésio, relaxante natural benéfico para o coração.

3. Os seus altos níveis de proteínas facilmente digeríveis ajudam a estabilizar o açúcar do sangue quando consumido em pequenas quantidades ao longo do dia. A estabilização do açúcar no sangue ajuda na perda de peso, se for o caso.

4. Rico em Omega 3, o óleo de sementes de abóboda tem comprovado que ajuda a reduzir a incidência de hipertrofia prostática benigna (BPH)

5. As sementes de abóbora são também ricas em zinco mineral que protege a próstata, sendo por isso um importante alimento para a saúde dos homens.

6. São uma boa fonte de ferro, contribuindo para a construção do sangue e aumento de energia.

7. Em estudos realizados com animais, quando se adiciona sementes de abóbora à sua alimentação, os efeitos anti-inflamatórios são comparáveis à eficácia do fármaco indometacina, sem os efeitos colaterais.

8. Acredita-se que os seus compostos de fito-esterol ajudam a baixar os níveis de colesterol. Entre as nozes e vários tipos de sementes, as sementes de abóbora têm a segunda maior quantidade de esteróis (perto das sementes de girassol e pistácios que ficam em primeiro).

9. As sementes de abóbora são uma excelente fonte de fibra que ajudam a mantê-lo regular.

10. São também alcalinizantes para o pH do corpo, ao contrário da maioria dos alimentos que formam acidos no corpo. A acidez tem sido associada à dor, à doença e até mesmo ao cancro.

Para preservar os nutrientes dos óleos das sementes de abóbora, certifique-se que os cozinha em lume brando no forno (cerca de 170 graus F ou 75 graus Celsius) durante 15-20 minutos. Misture com uma pitada de sal marinho e desfrute. Se ainda não as experimentou quentes, faça-o pois vai adorar! Descascadas numa salada ou em cima de seu prato de massa preferido também ficam deliciosas. Elas são extremamente versáteis.

Movimento Novos Rurais
Pessoas mais livres, plenas e felizes
https://www.facebook.com/novosrurais.farmingculture

14 setembro, 2012

repelente natural contra insetos


✎Os dias quentes estão cada vez mais perto, e com eles, muitas vezes vem a presença de insetos indesejáveis. Quer saber como fazer um repelente NATURAL contra insetos? Um repelente que não destrói plantas e nem prejudica a camada de oxônio? Então segue a receita:

4 Gotas de essência de citronela;
4 Gotas de essência de limão;
4 Gotas de essência e alecrim;
4 Gotas de 
essência de eucalipto;

4 Gotas de essência de hortelã;
1/4 de xícara de óleo de amendoa

Instruções:
Junte todos os ingredientes numa tigela e misture;
Coloque a mistura num frasco tipo spray;
Identifique a embalagem com um adesivo.





(da pg  do FB  " SALVE O PLANETA "  
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=413592105367446&set=a.142306622495997.27111.127763400616986&type=1&theater

.

21 junho, 2011

Copiei. Os links estão no texto.

Jorge Jacinto - Terapeuta Naturista

Fiquem atentos


Voltem para o velho e bom açúcar, que no Brasil há mais de 500 anos que alimenta a nossa população e nossos antepassados não apresentavam esses sintomas das doenças "modernas"

Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME, conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal, Finn e Spoonful.

Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente.

Eu expliquei que estava lá para falar extamente sobre este assunto.

ALZHEIMER, MAL DO ADOÇANTE. Artigo escrito pela Dra. Mancy Marckle.

Quando a temperatura excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte em formaldeído e daí para ácido fórmico (o ácido fórmico é o veneno das formigas), que provoca acidose metabólica. A toxicidade do metanol imita a esclerose múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de esclerose múltipla.

A Esclerose múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim. No caso do Lúpus sistêmico, estamos percebendo que é quase tão grave quanto a esclerose múltipla, especialmente em usuários de Diet Coke e Diet Pepsi. Nos casos de Lúpus sistêmico causado pelo ASPARTAME, a vítima geralmente não sabe que o Aspartame é a causa de sua doença e continua com seu uso, agravando o lúpus a um grau tão intenso que algumas vezes ameaça a vida. Quando interrompemos o uso do Aspartame, as pessoas que tinham lúpus ficam assintomáticas.

Em uma conferência eu disse: 'Se você está usando ASPARTAME (Nutrasweet, Equal, e Spoonful, etc.) e sofre de sintomas como fibromialgia, espasmos, dores, formigamento nas pernas, câimbras, vertigem, tontura, dor de cabeça, zumbido no ouvido, dores articulares, depressão, ataques de ansiedade, fala atrapalhada, visão borrada ou perda de memória - você provavelmente tem a DOENÇA DO ASPARTAME! As pessoas começaram a pular durante a palestra dizendo: Eu tenho isto, é reversível? É impressionante.

Há um tempo atrás houve Audiências no Congresso dos EUA incluindo o aspartame em 100 produtos diferentes. Nada foi feito. Os lobbies da droga e da indústria química têm bolsos muito profundos.

Agora existem mais de 5000 produtos contaminados com este produto químico, e a patente expirou. Na época da primeira audiência, as pessoas estavam ficando cegas.

O metanol no aspartame se converte em formaldeído na retina do olho. Formaldeído é do mesmo grupo das drogas como cianeto e arsênico - Venenos mortais! Infelizmente, leva muito tempo para matar, mas está matando as pessoas e causando todos os tipos de problemas neurológicos.

O Aspartame muda a química do cérebro. É a causa de diversos tipos de ataque. Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson? Também causa malformações fetais. Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto.

NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar. Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do Aspartame a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa. O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos quadris e coxas.

O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. O Dr. H.J. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame, escreveu um livro entitulado: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER

www.sunsentpress.com/defenseAgainstAlzheimers.html

Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está.. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.
Dr. Russell Blaylock e Dr. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM.

Imprima este artigo e avise todas as pessoas que você conhece.

TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAME DO ARMÁRIO.
ENVIE PARA NÓS SUA HISTÓRIA.

Eu asseguro que A MONSANTO, A CRIADORA DO ASPARTAME - SABE COMO ELE É MORTAL. ELES FINANCIAM A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIABETES, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIETÉTICA, O CONGRESSO E A CONFERÊNCIA DO COLÉGIO AMERICANO DE MEDICINA.

O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da indústria Alimentícia para endossar seus produtos. Por isso, eles não podem criticar aditivos ou falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias.

17 junho, 2011

ALIMENTOS E EMOÇÕES

Você duvida? Então analise, experimente e tire suas próprias conclusões. E, se fôr o caso: bom proveito!

Banana: contra a ansiedade
Se você anda mais ansiosa que o normal, aposte na banana para elevar os níveis de serotonina e B6. Juntas, as duas substâncias se tornam poderosíssimas na produção do bom humor.
 Quanto consumir: 2 unidades por dia.

Mel: pura alegria
Triste sem motivo? De novo a causa pode ser a serotonina de menos. Nesse caso, o mel funciona como um calmante natural, pois aumenta a eficiência da serotonina no cérebro. Mas não é só aí que ele atua. Quando alcança o intestino, ajuda a regenerar a microflora intestinal. Resultado: o ambiente se torna mais propício para a produção de serotonina. Surpresa?
Pois é, cerca de 90% do neurotransmissor do bom humor é produzido no intestino.
Quanto consumir: 1colher (sopa) / dia.

Abacate: amigo do sono
Dormir é tão importante para viver bem quanto comer direito e fazer
exercícios. Tem noite que o sono não vem? Põe fé no abacate. Tudo bem, ele tem gordura, mas é boa. E oferece vitaminas que ajudam você a se entender melhor com o travesseiro. A vitamina B3 equilibra os hormônios que regulam as substâncias químicas cerebrais responsáveis pelo sono. Já o ácido fólico funciona como se fosse uma enzima, alimentando os neurotransmissores que fazem você dormir bem.
Quanto consumir: ½ abacate pequeno, 3x / semana.

Salmão: levanta o astral
Mau humor constante pode ser sinal de falta de ômega 3 no prato. O representante oficial dessa gordura amiga é o salmão. Mas existem outros peixes (atum, aranque e sardinha) que jogam seu astral lá para cima. O ômega 3 melhora o ânimo porque aumenta os níveis de serotonina, dopamina e noradrenalina - substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar.
Estudos também comprovam que este ácido graxo tira os radicais livres de cena e assim protege o sistema nervoso central.
Quanto consumir: 1 porção, 3x / semana.

Lentilha: afasta o medo
Angústia e medo podem estar relacionados ao desequilíbrio de cálcio e magnésio. Essa dupla atua no balanceamento das sensações. Além de incluir alimentos com cálcio (queijo e iogurte) e magnésio (acelga) na dieta, consuma mais lentilha. Ela tem efeito ansiolítico, ou seja,tranqüiliza e conforta. Isso porque é precursora da gaba, neurotransmissor que também interfere nos sentimentos.
Quanto consumir: 3 conchas pequenas/semana.

Nozes: mantém você concentrada
São muitos os nutrientes das nozes. Mas é a vitamina B1 a responsável por essa fruta oleaginosa melhorar a concentração, pois a B1 imita a acetilcolina, neurotransmissor envolvido em funções cerebrais relacionadas à memória.
Quanto consumir: 2 nozes, 4x/semana.

Chá verde: espanta o estresse
Essa erva, a Camellia sinensis, tem fitoquímicos (polifenóis e catequinas) capazes de neutralizar as substâncias oxidantes presentes no organismo que, em excesso, deixam você cansada e estressada e acabam desorganizando o funcionamento do organismo. O estresse é capaz de desencadear a síndrome metabólica, culpada por doenças como a obesidade e a depressão. Beber chá verde, conforme alguns estudos, melhora a digestão e deixa a mente lenta.]
Quanto consumir: 4 a 6 xícaras (chá)/dia.

Brócolis: deixa a mente esperta
É comum você demorar alguns segundos para lembrar o número do seu telefone? Este alimento é rico em ácido fólico, acelera o processamento de informação nas células do cérebro, conseqüentemente, melhorando a memória. Porções extras desta verdura vão fazer você lembrar de tudo rapidinho.
Quanto consumir: 1 pires/dia.

Clorela: controla a preocupação
Comportamento obsessivo pode ser sinal de que as células do organismo estão desvitalizadas. A alga clorela funciona como um poderosíssimo reparador celular, melhorando as funções fisiológicas e o sistema imunológico. E mais: contém vitaminas (B3, B6, B12 e E) e minerais(cálcio, magnésio e fósforo) e aminoácidos (triptofano) que ajudam a estabilizar os circuitos nervosos, acabando com a aflição e aumentando a sensação de conforto.
Quanto consumir: de 2 a 4g/dia (cápsula)

Óleo de linhaça: dribla o apetite voraz
O óleo extraído da semente de linhaça e prensado à frio é uma fonte vegetal riquíssima em gordura ômega 3, 6 e 9. Melhor: é um dos poucos alimentos com ômega numa proporção próxima do ideal, o que é imprescindível para que exerça suas funções benéficas. Uma delas é regular os hormônios que ajudam a manter o sistema nervoso saudável. Com isso, a ansiedade perde espaço e a compulsão pela comida fica bem menor.
Quanto consumir: 1colher (sobremesa)/dia, antes das refeições principais.

Gérmen de trigo: acaba com a irritação
Assim como as nozes, o gérmen de trigo tem vitamina B1 e inositol, que reforçam a concentração. Mas por ter uma boa dose de vitamina B5, o gérmen é especialmente indicado como calmante, já que melhora a qualidade de impulsos nervosos, evitando nervosismo e irritabilidade.
Quanto consumir: 2 colheres (chá)/dia.

Tofu: espanta o desânimo
O queijo de soja tem o dobro de proteínas do feijão e uma boa dose de cálcio. Também é rico em magnésio (evita o enfraquecimento das enzimasque participam da produção de energia) e ferro (combate a anemia).
Quando estes minerais estão em baixa no organismo, você se sente fraca esem ânimo. Mas é a colina, substância que protege a membrana das células cerebrais, que dá ao tofu o poder de acabar com o cansaço mental.
Quanto consumir: 1 fatia média/dia.


Dr. Luiz Carvalho - Nutrólogo e Nutricionista
Gabriela Zanatta Port - Nutricionista
Clínica Nutrissoma: Rua Marquês do Pombal, 1824 Conj. 303



30 dezembro, 2010

COUVE

COPIEI/COLEI da página  ALDEIAS DE PORTUGAL___do FB__________________


As couves, devido ao seu alto e valioso valor nutricional são um dos principais legumes utilizados na medicina tradicional desde a antiguidade.
Julga-se mesmo que na antiguidade em algumas civilizações as couves eram utilizadas somente com o fim medicinal e não gastronómico. Nas antigas civilizações da Grécia e Roma costumava-se comer couve antes de uma refeição farta, ou simplesmente para prevenir doenças do estômago ou uma indisposição.
No Egipto costumava ser uma prática comum ingerir algumas folhas de Couve em vinagre antes de um grande banquete ou festa, esta prática tinha como fim prevenir uma eventual ressaca. Mas é mais tarde, no final da idade média, após este vegetal ter ganhado uma grande popularidade entre os povos Europeus, que surge o termo “médico do povo” associado à couve. A couve era utilizada para a cura das mais diversas enfermidades, e havia ainda a ideia de se comer couve diariamente evitaria o aparecimento de doenças.
Algumas destas práticas sobreviveram ao passar dos milénios e ainda são hoje em dia utilizadas por muita gente. Porém os povos da antiguidade não estavam de todo errados quanto às propriedades da couve. Estudos e investigação nesta área têm revelado que a utilização das couves para a cura e prevenção de certas enfermidades é realmente eficaz devido à sua composição nutricional e por ser um anti-inflamatório, antibiótico e anti-irritante natural.
Nos dias de hoje a couve ainda é utilizada com alguma regularidade nas seguintes situações:

- Evitar ressacas (deve-se consumir couve com vinagre antes de se ingerir álcool, alguns países inclusive utilizam a couve como aperitivo em bares.);

- Aliviar a prisão de ventre (para aliviar a prisão de ventre deve-se consumir pratos com couve cozida.);

- Evitar má disposição (deve-se consumir algumas folhas de couve crua ou cozida antes de uma refeição pesada.);

- Curar e aliviar a dor de úlceras gástricas (a receita tradicional para as úlceras é a de 1L de sumo de couve durante 8 dias. Contudo esta prática não deve ultrapassar os 8 dias, nem deve ser mais de um litro pois este sumo pode inibir o organismo de absorver o ferro e consequentemente criar uma anemia.);

- Cortes e feridas (para uma cicatrização rápida deverá aplicar-se uma folha de couve fresca sobre a ferida.);

- Dores, inchaço e feridas no peito devido à amamentação (em caso de uma amamentação dolorosa, para aliviar a dor e o inchaço, deve-se abrir ao meio os caules e os veios das folhas e aplicar sobre a zona afectada.);

- Prevenir e curar constipações e gripes (a couve é por excelência uma fonte de vitamina C, contudo para prevenir gripes e constipações tem que ser consumida crua pois ao ser cozinhada perde quase metade da grande quantidade de vitamina C que possui)

Mas as propriedades curativas da couve não se ficam por aqui. Há já alguns anos que a couve tem vindo a ser utilizada pelos praticantes de medicina tradicional, como homeopatas, no tratamento do cancro através da dieta. Mas foi recentemente que estudos levados a cabo no Japão e EUA vieram mostrar que a couve é realmente eficaz na prevenção de certos tipos de cancro, como o do cólon e cancros hormono-dependentes como o da mama e dos ovários pois estimula o metabolismo das mulheres.
Outro estudo levado a cabo recentemente em Lyon, França, veio comprovar que comer pelo menos uma vez por semana couve ou brócolos previne o cancro do pulmão em 70% dos indivíduos, pois estes vegetais são ricos em isothiocyanate, um químico natural que protege contra este cancro.
Por fim, Investigadores da Universidade Nacional de Seoul, Coreia do Sul, após alimentarem com couve chinesa (napa) 13 aves contaminadas com o vírus da gripe das aves constataram surpreendentemente que em 1 semana 11 das 13 aves recuperaram.
Apesar de ter havido no último século um crescente número dos cépticos da medicina natural, nos últimos anos a medicina natural voltou a ser procurada por muitas pessoas e a couve foi um dos alimentos que mais recuperou a popularidade de outrora.
A couve é rica em vitamina A (indispensável para a vista e para a pele), vitamina C, K e algumas do complexo B. Também é rica em cálcio (oferece tanto quanto o leite), fósforo e ferro, minerais muito importantes para a formação e manutenção dos ossos e dentes. Além disso, contém bastante celulose, uma substância óptima para o funcionamento do intestino.

Propriedades medicinais: anti-helmíntica, anti-reumática, aperiente, béquica, cicatrizante, condicionante, estimulante, expectorante, fortalecedora.

Indicações: acalmar cólicas (sementes), artrite, bronquite (ajudar), asma, catarros, cicatrizar úlcera gástrica e duodenal, desinfetar o intestino, diminuir desejo por bebidas alcoólicas, doenças inflamatórias da pele, dores (ciáticas, reumáticas, nevrálgicas, de gota), estimular o apetite, febre, fortificar crianças em fase de crescimento, gota, prisão de ventre, reumatismo, seborréia do couro cabeludo, tosse, vermes.


.

27 dezembro, 2010

Duas fotos de macaé, para chá

da planta que conheço como macaé e com referências excelentes para o tratamento de diarréias.
O chá se faz com folhas e flores, da erva fresca ou seca. Aprendi com uma rezadeira do interior, há muitos anos atrás que se usava tres talos com tres brotos, cozidos em 2 chicaras de água até restar  uma. Mas tambem encontrei referências para o preparo conforme regras modernas.


12 novembro, 2010

OUTUBRO



Os monumentos são iluminados em rosa, envoltos em laços e fitas, integrando-se ao movimento mundial do que chamam prevenção ao câncer de mama. Alertas são emitidos pelas mídias, chamando atenção para a importância do exame. Montam-se esquemas para atendimentos. Mas me parece que se confunde " prevenção" com " identificação precoce". O que se busca nesta campanha é a identificação precoce, com tratamento idem e prevenção de morte evitável. Mas prevenção são normas e condutas para que não se tenha a doença. E o que se sabe da prevenção de doenças? Das infecto contagiosas, sabemos algo, aplicamos o conhecimento menos ainda, mas e das chamadas doenças degenerativas? Ainda pensamos nelas como "pragas divinas" ou "condições inevitáveis" ? Ou tentamos, ao constatar que a incidência está aumentando em todas as faixas etárias, identificar o porque disso? Nossa alimentação? O buraco de ozônio? Ou as radiações produzidas por nossos modelos de desenvolvimento em ciencia e comunicação? Nada disso ou tudo isso e mais muita coisa que sequer é imaginada por pessoas comuns como eu?
A campanha é rosa, mas cancer de mama também dá em homem.
Lógico que devemos, em nome de prevenção de males maiores, aderir e assumir o cuidado de si proposto pelos governos, mas tambem devemos ir mudando comportamentos presumidos como " de risco" no cuidar de si real, de cada dia, no amor de si, como propôs Jesus, o Cristo, para a nosa cultura, "...ao próximo como a si ..." em cada um é que começa a possibilidade do Amor. E onde impera o Amor, a saúde é soberana companheira.


.

19 agosto, 2010

Confirmação cientifica do que eu sabia

Em minha prática profissional, muitas vezes questionei o surgimento de tantos novos medicamentos, para substituir outros que se apresentavam bastante eficazes. O fato de muitas vezes um tratamento não corresponder ao desejado, ou, o fato de nem sempre se atingir a cura, ou o controle, me parecia subordinar-se a outras forças, desconhecidas, ou quem sabe, até, metafísicas. O surgimento frequente de novos produtos não promoveu modificações significativas na expectativa de vida, nos coeficientes de morbimortalidade em quase nenhuma área, alem daquelas que foram obtidas com medidas de saneamento básico e prevenção de doenças infecto contagiosas e suas epidemias, obtidas com alguns programas de vacinação. Pelo menos isso é o que nos mostra diversos estudos de saude publica. Lógico que alguns desses parâmetros podem - e devem ser questionados, mas essa discussão não é o tema hoje, aqui.
Uma questão que sempre me chamou a atenção era o fato de que muitos medicamentos lançados com a promessa de solução para determinados problemas, passado algum tempo, não só não eram a solução, como se mostravam causadores de novos e até mais graves problemas.Muitos tratamentos acabavam por revelar-se de maior morbi-mortalidade do que a doença original que se pretendia tratar.
Bem, este preâmbulo, é para mostrar minha opinião - detesto esta palavra - opinião, que fica parecendo algo não fundamentado, direi então, meu parecer sobre a notícia que surge agora na imprensa:

A seguinte notícia da Folha.com (www.folha.com.br) foi enviada para você

Clique no link abaixo para ler o texto completo:

Segundo estudo, 85% de novos medicamentos oferecem pouca utilidade
http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/785153-segundo-estudo-85-de-novos-medicamentos-oferecem-pouca-utilidade.shtml

03 agosto, 2010

Estudo associa suplementos de cálcio a ataques cardíacos

Estudo associa suplementos de cálcio a ataques cardíacos
Publicidade
DA FRANCE PRESSE

Suplementos de cálcio comuns ingeridos por idosos para fortalecer os ossos podem aumentar o risco de ataques cardíacos, segundo um estudo divulgado nesta sexta-feira.

Os resultados, publicados no British Medical Journal, sugerem que o papel do cálcio no tratamento da osteoporose deve ser reconsiderado, afirmaram os pesquisadores.

Comprimidos de cálcio são normalmente prescritos para melhorar a saúde do esqueleto, mas um ensaio clínico recente sugeriu que eles poderiam aumentar o número de ataques cardíacos e outros problemas cardiovasculares em mulheres idosas saudáveis.

Para investigar mais, uma equipe internacional de pesquisadores liderada por Ian Reid, da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, revisou 11 estudos clínicos realizados com 12.000 pacientes.

Eles descobriram que os suplementos foram associados a um salto de cerca de 30% no risco de ataque cardíaco.

As chances de ter um AVC (acidente vascular cerebral) também aumentaram, em menor grau.
A relação foi consistente em todos os ensaios, independente da idade, sexo e tipo de suplemento.

Embora o risco adicional é modesto para qualquer indivíduo, o uso generalizado de suplementos de cálcio pode significar uma possibilidade muito maior de contrair a doença em toda a população, advertiram os autores.

Estudos anteriores descobriram que a elevar a ingestão de cálcio por mudanças na alimentação não aumenta os problemas cardiovasculares, sugerindo que os riscos estão restritos aos suplementos.

Em um comentário, John Cleland, da Universidade de Hull, no Reino Unido, e seus colegas salientam que, independentemente dos possíveis impactos sobre as taxas de ataque cardíaco, os suplementos de cálcio, provavelmente, não são muito eficientes na redução de fraturas em qualquer caso.
( fonte: www.folha.com.br)
¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
o que penso disso: assinale uma resposta:

A) A ciência ainda é muito burra
B ) Todos somos cobaias de estudos e experimentos científicos
C) Há evidente má intenção, para a produção de lucros ( Assim quando alguem já consumiu bastante suplemento de cálcio, antes que comece a ter múltiplas fraturas que levariam a um gasto exorbitante de serviços de saúde, o paciente tem ataque cardiaco e ...pronto, não gasta os recursos dos governos ou das seguradoras)
D) Todas as respostas acima
.

04 fevereiro, 2010

"A REDENÇÃO DAS BROMÉLIAS"

Notícias da Fiocruz
Informe Ensp


Bromélias não são focos perigosos para desenvolver vetores da dengue

ENSP, publicada em 04/02/2010

Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC) e da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), ambos unidades da Fiocruz, e do Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro concluíram que as plantas popularmente conhecidas como bromélias não são micro-hábitats importantes para o desenvolvimento de mosquitos das espécies Aedes aegypti e Aedes albopictus, dois dos principais vetores da dengue no Brasil. Para o estudo, foram capturados aproximadamente 3 mil espécimes de mosquitos, encontrados em 120 bromélias pertencentes a dez diferentes espécies da planta no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. O espaço fica a menos de 200 metros de moradias do bairro da Gávea, área endêmica da doença no Estado do Rio de Janeiro.

"Bromélias são plantas ornamentais populares e comumente usadas em jardins públicos e privados. A abundância desse tipo de planta onde a dengue é endêmica tem sido construída para representar uma ameaça para o controle da dengue", comentam os pesquisadores em artigo publicado na revista Memórias do Instituto Oswaldo Cruz da Fiocruz. "Os resultados da coleta demonstraram que as espécies nativas de mosquitos Culex e Wyeomuia são os culicideos mais abundantes e o Ae. aegypti e Ae. albopictus são raramente encontrados nessas plantas, que não devem assim ser consideradas um problema para o controle da dengue".

As bromélias verificadas foram expostas a chuvas e não foram tratadas com nenhum tipo de inseticida durante a pesquisa e nem nos dez meses anteriores a ela. Do total de mosquitos capturados, 77,2% eram do gênero Culex e 21,4% do Wyeomuia. Somente duas larvas de Ae. aegypti (0,07% do total de mosquitos) e cinco de Ae. albopictus foram coletadas (0,18%), o que sugere não serem essas duas espécies bons competidores em relação aos outros mosquitos habitantes naturais de bromélias ou que as fêmeas dessas espécies preferem não depositar seus ovos nesses locais. Os pesquisadores ainda alertam que, por contraste, formas imaturas de Ae. aegypti foram encontradas recipientes artificiais 5% das casas da vizinhança.

"Nossa hipótese é que as espécies de Ae. aegypti encontradas ocasionalmente em bromélias podem estar correlacionadas a altos níveis de infestação na área, sendo, assim, resultado de uma competição acirrada por habitats de oviposição", afirmam os pesquisadores. "De qualquer forma, é necessário investigar a fauna de mosquitos encontrada em bromélias mantidas em ambientes domésticos (casas e quintais) devido ao fato de essas plantas serem populares em áreas consideradas endêmicas para dengue".

Foto: Agência Fiocruz de Notícias

Danças Circulares - divulgação para terceiros...

Encontrei este curso na net. Pesquisei e pareceinteressante, já que os trabalhos com danças circulares sempre o são

Danças Florais



"Dr. Edward Bach, médico inglês, criou um Sistema de Cura com 38 florais que harmonizam pensamentos e sentimentos.
Anastasia Geng, nascida na Alemanha, coreografou danças para cada um dos 38 florais.
Assim como Anastasia e Dr. Bach, acreditamos que a cura vem da harmonia interior do ser. Como focalizadoras de Danças Circulares Sagradas, tornou-se necessário para nós compartilhar esse instrumento de forma que ficasse acessível ao maior número de pessoas possível.

PROGRAMA
Conhecendo Dr. Edward Bach
Conhecendo Anastasia Geng
Os Florais de Bach
As Danças Florais
As Danças são ensinadas em 4 Módulos independentes:

Módulo 1 - 13/06/2010
Módulo 2 – 18/07/2010
Módulo 3 – 15/08/2010
Módulo 4 – 12/09/2010
Horário: 9h às 18h
Local: Rua Pereira da Silva, 135 – Laranjeiras – Rio/RJ Investimento: R$ 200,00 por módulo

Módulos:


FOCALIZADORAS

Ana Lúcia Pó - Formação em educação infantil, Focalizadora de Danças Circulares Sagradas, formada por profissionais do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Alemanha, EUA, Argentina, Holanda, Itália e País de Gales. Contadora de histórias. Coordena desde 2008 o TREINAFOCA – Treinamento para Focalizadores -RJ

Sandra Mazzoni - Psicóloga, Consultora Organizacional, conheceu as danças em 1998 e desde então vem incluindo-as em seus trabalhos de treinamento nas Empresas. Focalizadora de Danças Circulares, formada por profissionais do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Alemanha, EUA, Argentina, Holanda, Itália e País de Gales. Responsável pela criação de cursos que preparam profissionais a trabalhar com grupos, com turmas regulares desde 1999. Coordena desde 2008 o TREINAFOCA – Treinamento para Focalizadores –RJ.


.

29 dezembro, 2009

Elevação da temperatura deverá ser maior ameaça à saúde no século XXI

ENSP na Imprensa/Informe Ensp

Elevação da temperatura deverá ser maior ameaça à saúde no século XXI

ENSP, publicada em 17/12/2009

A edição de terça-feira (16/12) do jornal Gazeta do Povo publicou reportagem sobre o aumento da temperatura no planeta, que de acordo com pesquisas será a maior ameaça à saúde humana no século XXI. A reportagem cita que a elevação da temperatura acelera os ciclos reprodutivos de parasitas e insetos vetores, como os mosquitos, facilitando, assim, a sua disseminação, de acordo com Ulisses Confalonieri, pesquisador do Departamento de Ciências Biológicas da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/Fiocruz).

A reportagem aborda ainda um estudo apresentado pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM) durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Clima (COP-15), na Dinamarca, revelando que a década atual foi até agora a mais quente já registrada. Segundo o secretário-geral da OMM, Michel Jarrud, o planeta está sofrendo um rápido aquecimento desde a década de 1970 e o aumento de temperatura acentuou-se nos últimos anos. Se nada for feito para diminuir as emissões de gás carbônico na atmosfera, o aumento da temperatura da Terra será inevitável e várias pesquisas têm revelado que o calor será uma das maiores ameaças à saúde humana no século XXI.

Confira a íntegra da reportagem aqui

EVENTO:

20ª Conferência Mundial da IUHPE de Promoção da Saúde

O evento tratará do tema: 'Saúde, Eqüidade e Desenolvimento Sustentável'.

Instituição: Promotion Santé Suisse - União Internacional para a Promoção da Saúde e da Educação (IUHPE, do inglês)

Local: Genebra - Suíça

Período: 11/07/2010 a 15/07/2010

Informações: A Conferência trabalhará a possibilidade de soluções para questões fundamentais como: a saúde sustentável e o meio ambiente, o desenvolvimento eqüitativo e sustentável da saúde e a atuação de parcerias locais e mundiais de fortalecimento nas ações de desenvolvimento sustentável. Estarão presentes no evento especialistas e partes interessadas de todo mundo.



Link: Clique e saiba mais!

25 maio, 2009

De volta à natureza - alguns dados de fitoterapia

TANCHAGEM ou TRANÇAGEM

Plantago major
Nasce em beira de caminhos, pastagens em locais sombreados e umidos.
Ação antiinflamatória, cicatrizante,anti-reumática,antidiarreica, expectorante. Usada no tratamento de gengivites,,amigdalites, etc.
Usa-se toda a planta, em chás ou decocções. Não deve ser usada em grávidas.
.

CARQUEJA

Bacharis trimera
A carqueja brasileira é outra, diferente da conhecida em Portugal.
É abundante na natureza,as vezes utilizada como decoração em jardins mas seu uso mais frequente é como fitoterápico. Tanto encontra-se indicações como diurético, como usos para problemas gastrointestinais, sendo ainda considerada "depurativo" onde seu uso coadjuvante para tratamento de diabetes e hipercolesterolemia.
Indicada para tratamento de excessos alimentares ou etílicos (ressaca).Tem gosto bastante amargo.

17 abril, 2009

Mensagem da SERRA do MAR

***
ENXAGUANTE BUCAL FAVORECE CANCER de BOCA

Clique no link abaixo para ler o texto completo:

Enxaguante bucal favorece câncer de boca
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u549781.shtml
.

Conferência

¨
Reprodução Feminina da Cultura Machista

II Sessão do Centro de Estudos Giulliano de Oliveira Suassuna do Grupo Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman (GDIHS) ENSP/ Fiocruz.
Instituição: Ensp
Local: Salão Internacional. Das 9 Às 12 horas
Período: 29/04/2009 a 29/04/2009
Informações: Com o tema 'A Reprodução Feminina da Cultura Machista', a II Sessão do Centro de Estudos Giulliano de Oliveira Suassuna do Grupo Direitos Humanos e Saúde Helena Besserman ENSP/ Fiocruz, contará com a participação da conferencista Doutora Marisa Chaves. A conferencista é mestre em Serviço Social pela UFRJ, pesquisadora colaboradora do DIHS, subsecretaria de Políticas para as Mulheres do Municipio de São Gonçalo e membro da Comissão Estadual de Segurança da Mulher.

LEIA tambem no blog da JO
. " De Cinderela a Super executiva"
(com ida ao link)
.
.

Mensagem da SERRA DO MAR

***
ANVISA DIVULGA ÍNDICES DE ALIMENTOS CONTAMINADOS POR AGROTÓXICOS

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mat/2009/04/15/anvisa-divulga-indice-de-alimentos-contaminados-por-agrotoxicos-755281059.asp

***
e anexei:
Boletim da ENSP de 16 de abril
Rio de Janeiro, 16 de abril de 2009 n.699
Divulgado monitoramento de agrotóxicos em alimentos
O pimentão foi o alimento que apresentou o maior índice de irregularidades para resíduos de agrotóxicos, durante o ano de 2008. Mais de 64% das amostras de pimentão, analisadas pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apresentaram problemas. O morango, a uva e a cenoura também apresentaram índices elevados de amostras irregulares, com mais de 30% cada. saiba +

.