PARA UMA VIDA NOVA

12 novembro, 2010

OUTUBRO



Os monumentos são iluminados em rosa, envoltos em laços e fitas, integrando-se ao movimento mundial do que chamam prevenção ao câncer de mama. Alertas são emitidos pelas mídias, chamando atenção para a importância do exame. Montam-se esquemas para atendimentos. Mas me parece que se confunde " prevenção" com " identificação precoce". O que se busca nesta campanha é a identificação precoce, com tratamento idem e prevenção de morte evitável. Mas prevenção são normas e condutas para que não se tenha a doença. E o que se sabe da prevenção de doenças? Das infecto contagiosas, sabemos algo, aplicamos o conhecimento menos ainda, mas e das chamadas doenças degenerativas? Ainda pensamos nelas como "pragas divinas" ou "condições inevitáveis" ? Ou tentamos, ao constatar que a incidência está aumentando em todas as faixas etárias, identificar o porque disso? Nossa alimentação? O buraco de ozônio? Ou as radiações produzidas por nossos modelos de desenvolvimento em ciencia e comunicação? Nada disso ou tudo isso e mais muita coisa que sequer é imaginada por pessoas comuns como eu?
A campanha é rosa, mas cancer de mama também dá em homem.
Lógico que devemos, em nome de prevenção de males maiores, aderir e assumir o cuidado de si proposto pelos governos, mas tambem devemos ir mudando comportamentos presumidos como " de risco" no cuidar de si real, de cada dia, no amor de si, como propôs Jesus, o Cristo, para a nosa cultura, "...ao próximo como a si ..." em cada um é que começa a possibilidade do Amor. E onde impera o Amor, a saúde é soberana companheira.


.

2 comentários:

Cadinho RoCo disse...

O amor, não tenha dúvida, é a grande benção do nosso viver e de toda e qualquer atitude em favor da preservação e prevenção da vida.
Cadinho RoCo

Vieira Calado disse...

Vim ver esta sua casa nova.

Achei interessante e útil.


saudações poéticas